terça 21 de março de 2017 na TV por Assinatura

FX
134-634
22h05
Van Helsing - O Caçador de Monstros
(Van Helsing, EUA, 2004)
Direção: Stephen Sommers
Elenco: Hugh Jackman (Gabriel Van Helsing), Kate Beckinsale (Anna Valerious), Richard Roxburgh (Conde Drácula), David Wenham (Carl), Will Kemp (Velkan / Lobisomem), Shuler Hensley (Frankenstein), Elena Anaya (Noiva do Drácula), Silvia Colloca (Noiva do Drácula), Josie Maran (Noiva do Drácula), Kevin J. O'Connor (Igor), Samuel West (Victor Frankenstein), Martin Klebba.
Sinopse: O Dr. Van Helsing (Hugh Jackman) é um dos principais especialistas em monstros de sua época, no século XIX. Contratado pela Igreja Católica, ele parte para o leste europeu com a missão de eliminar o mais perigoso dos vampiros: o conde Drácula (Richard Roxburgh).
Ao seu lado ele terá a ajuda de Anna Valerious (Kate Beckinsale), tendo ainda que enfrentar monstros como o lobisomem (Will Kemp) e Frankenstein (Shuler Hensley).
Crítica: Celso Sabadin (site cineclick): “A direção de arte é de encher os olhos. Com belíssimas locações em Paris e na República Checa, o filme tem um ar gótico perfeitamente coerente com seu tema, ambientação escura, guarda-roupa caprichado e efeitos especiais irregulares (ainda tem algumas criaturas digitais que se movem como o Hulk). Para curtir Van Helsing em toda a sua intensidade, um fator dos mais importantes - fora a pipoca – é não levar o filme a sério. Mesmo porque ele próprio não se leva. Trata-se de uma boa comédia travestida de filme de terror. Ou de ação. Repare como o roteirista e diretor Stephen Sommers (o mesmo de A Múmia) brinca com várias referências do cinema. A cena em que Van Helsing recebe as bugigangas tecnológicas do fiel escudeiro Carl (David Wenham) é, sem tirar nem pôr, uma referência a James Bond recebendo o material de trabalho de “Q”. O personagem Van Helsing, assim como o Wolverine de X-Men, também não tem memória nem conhecimento de suas origens. E – oh! - ambos são vividos pelo mesmo ator, Hugh Jackman. E o monstro de Frankenstein não guarda uma incrível semelhança com o seu “igual” da comédia O Jovem Frankenstein, de Mel Brooks? Enfim, relaxe na poltrona, deixe o senso crítico do lado de fora do cinema, e curta Van Helsing sem preconceitos. De preferência, numa matinê. "
Estreou nos cinemas dia 7 de maio de 2004 em São Paulo.

Nenhum comentário: