Cinema 2012 - Maio e Junho

Estreou no dia 8 de junho em 2 salas.

Kaboom
(EUA/França , 2010)
Direção: Gregg Araki

Elenco: Thomas Dekker, Juno Temple, Haley Bennett, James Duval, Kelly Lynch, Chris Zylka, Jason Olive, Brennan Mejia, Nicole LaLiberte, Roxane Mesquida

Sinopse: O jovem Smith (Thomas Dekker), um estudante universitário mais ou menos bissexual, tem um sonho recorrente que começa a se transportar para a sua vida real. As pessoas desconhecidas e conhecidas de seu sonho começam a gravitar ao seu redor às vésperas de seu aniversário de 19 anos. O que Smith não sabe é que isso tudo faz parte de uma conspiração que pode acabar com boa parte de humanidade. Enquanto procura por pistas do que vem acontecendo, ele é perseguido por um grupo de pessoas com máscaras de animais e vai para a cama com um monte de gente, a maioria homens. Suas amigas – as ótimas e deliciosas Juno Temple e Haley Bennett -, antes desdenhosas, começam também a sofrer as consequencias da conspiração e tentam ajudá-lo a achar qualquer tipo de resposta para o que vem acontecendo.

Notas da Critica:

Marcelo Hessel, do site Omelete: 4/5
http://omelete.uol.com.br/cinema/critica-kaboom/

Suzana Uchoa Itivbere, da revista Preview: 3/5
"vai agradar quem curte o estilo David Lynch."

Alysson Oliveira, do site Cineweb: 3/5
http://cineweb.com.br/filmes/filme.php?id_filme=3733

Mãe e Filha
(Brasil, 2011)
80'
Direção: Petrus Cariry
Elenco: Zezita Matos, Juliana Carvalho

Sinopse: Depois de uma longa separação, mãe e filha se encontram no Sertão, entre ruínas e lembranças. O destino da filha nega o sonho da mãe. O passado é um círculo que aprisiona os vivos e os mortos. A filha quer romper, mas as sombras espreitam.

Melhor Longa Ibero-Americano no 21o. Cine Ceará (8 a 15 de junho de 2011)

Notas da Critica:

Roberto Guerra, do site Cineclick: 2/5
http://www.cineclick.com.br/criticas/ficha/filme/mae-e-filha/id/2907

Estreou no dia 22 de junho de 2012 em 2 salas.

Os acompanhantes
(The Extra Man, EUA/França, 2010)
Direção: Shari Springer Berman e Robert Pulcini
Elenco: Kevin Kline, Paul Dano, John C. Reilly, Katie Holmes.
Sinopse: Dramaturgo falido, que trabalha como segurança de viúvas ricas, desenvolve uma relação professor-aluno com um problemático aspirante a dramaturgo.

Notas da Critica:

Rogério de Moraes, do site Cineclick: 3/5
http://www.cineclick.com.br/criticas/ficha/filme/os-acompanhantes/id/2970

Estreou no dia 8 de junho de 2012 em 2 salas.

Weekend
(Reino Unido, 2011)
Direção: Andrew Haigh
Elenco: Tom Cullen, Chris New, Jonathan Race, Laura Freeman.
Sinopse: Um caso de uma noite dá origem a um relacionamento. Uma história de amor pouco convencional entre dois jovens que tentam dar sentido a suas vidas.
Estreou no dia 01 de junho de 2012 em 3 salas.

Um Verão Escaldante
(Un eté brûlant, França/Itália/Suiça, 2011)
Direção: Philippe Garrel
Elenco: Monica Bellucci, Louis Garrel, Celine Sallette. Sinopse: Frederic, um pintor, e Angelé, uma atriz, vivem um relacionamento conturbado.

Notas da Critica:

Daniel Dalpizzolo, do site Cineplayers: 8/10
http://cineplayers.com/critica.php?id=2419

Cassio Starling Carlos, Guia da Folha: 3/4:
"Amantes Inconstantes"

Inácio Araujo, Guia da Folha: 3/4
"o amor é o que quer ser"

Ricardo Calil, do Guia da Folha: 3/4
"no amor é cada um por si"

André Barcinski, do Guia da Folha: 2/4
"tédio, mesmo com Bellucci nua"

Alysson Oliveira, do site Cineweb: 1,5/5
http://cineweb.com.br/filmes/filme.php?id_filme=3727

Estreou no dia 8 de junho somente no Cinesesc.

O Vendedor
(Le Vendeur, Canadá, 2011)
Direção: Sébastien Pilote
Elenco: Gilbert Sicotte, Jean-François Boudreau, Jean-Robert Bourdage
Sinopse: Marcel é um vendedor de carros que está prestes a se a aposentar, mas uma tragédia irá mudar todos os seus planos.

Estreou no dia 8 de junho de 2012 no Cine Sabesp e em outras 5 salas exibidoras.

Violeta Foi para o Céu
(Violeta se fue a los Cielos, Chile/ Brasil/ Argentina, 2011)
Direção: Andrés Wood
Elenco: Francisca Gavilán, Cristián Quevedo e Thomas Durand
Sinopse: "Escreva como você gosta, use os ritmos que aparecerem, tente diferentes instrumentos, sente-se ao piano, destrua o que é linear, grite ao invés de cantar, arrase na guitarra e toque a buzina.
Odeie matemática e ame redemoinhos.
Criação é um pássaro sem um plano de vôo, que nunca irá voar em uma linha reta" - Violeta Parra

Da marquise que construiu em Santiago, Chile, Violeta Parra é visitada por pessoas que deram forma à sua vida. Ela está viva, mas talvez esteja morta. Gradativamente vamos descobrindo seus segredos, seus medos, frustrações e alegrias.

Baseado no romance homônimo de autoria de Angel Parra, filho de Violeta, “Violeta Foi Para o Céu” de Andrés Wood faz um retrato da famosa compositora, cantora, artista plástica e folclorista chilena Violeta Parra, não só apresentando seus diversos trabalhos, mas também memórias, seus amores e suas esperanças.

Da infância humilde ao reconhecimento internacional, passando pela intensidade de suas contradições internas, falhas e paixões, suas realizações são suspensas em uma jornada apaixonante, com personagens que a fizeram sonhar, rir e chorar.

http://violetaofilme.com.br/

Notas da Critica:

Alysson Oliveira, do site Cineweb: 4/5
http://cineweb.com.br/filmes/filme.php?id_filme=3735

Suzana Uchôa Itiberê, da revista Preview: 3/5
"atuação 'encarnada' da atriz Francisca Gavilán"

Estreou no dia 15 de junho de 2012 em 2 salas.

A Primeira Coisa Linda
(La Prima Cosa Bella, Itália, 2010)
Direção: Paolo Virzì
Elenco: Valerio Mastandrea, Micaela Ramazzotti, Stefania Sandrelli

Sinopse: O que significa ter uma mãe bela, cheia de energia, fútil e que às vezes pode te constranger? Esta pergunta tem acompanhado Bruno, o primogênito de Anna, desde que ele tinha oito anos de idade. Tudo começou no verão de 1971. A família foi assistir ao tradicional concurso que elege a rainha das termas mais populares de Livorno e, para surpresa geral, Anna foi coroada como a “mãe mais bonita”. Desde então, o caos se instalou na vida da família. Anna, Bruno e sua irmã Valéria começam a viver uma aventura que só irá terminar 30 anos depois.

Notas da Critica:

Pablo VIllaça, do site Cinema em Cena: 3/5
http://www.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/filme/ver.php?cdfilme=11123

André Barcinski, do Guia da Folha: 2/4
"neopieguismo italiano"

Cassio Starling Carlos, do Guia da Folha: 2/4
"para nostálgicos"

Inácio Araujo, do Guia da Folha: 2/4
"em busca da tradição italiana"

Leonardo Cruz, do Guia da Folha: 2/4
"mais um melodrama italiano"

Sergio Alpendre, do Guia da Folha: 1/4
"direção ruim estraga tudo"

Estreou no dia 15 de junho de 2012 somente no Cinesesc

Mulher à tarde
(Brasil, 2010)
Direção: Affonso Uchoa
Elenco: Renata Cabral, Luísa Horta e Ana Carolina Bianca Oliveira

Sinopse: Três mulheres jovens, que vivem juntas em uma grande cidade do Brasil, atravessam momentos cruciais na vida.


Estreou no dia 15 de junho de 2012 somente no Cine Livraria Cultura 2.

Expedição Viva Marajó
(Brasil, 2010)
Direção: Regina Jehá

Sinopse: Com 2.500 ilhas e ilhotas, Marajó é o maior arquipélago fluviomarinho do mundo, com cerca de 500 mil habitantes que vivem praticamente isolados do resto do país, tendo como principal via de acesso os rios e igarapés que cortam a região, entre o Pará e o Amapá.

Estreou no dia 1º de junho de 2012 em 2 salas de exibição.

À espera de turistas
(Am Ende kommen Touristen, Alemanha, 2007)
Direção: Robert Thalheim
Elenco: Alexander Fehling, Ryszard Ronczewski, Barbara Wysocka, Piotr Rogucki.

Sinopse: Um jovem presta serviços voluntários no museu de Auschwitz e também cuidando de um sobrevivente do campo de concentração, um senhor teimoso que o trata com arrogância e impaciência. Mas sua vida ganha novo sentido ao se envolver com uma intérprete.

Notas da Critica:

Neusa Barbosa, do site Cineweb: 3/5
http://cineweb.com.br/filmes/filme.php?id_filme=3729
Mr. Sganzela - Os Signos da Luz
(Brasil, 2011)
Direção: Joel Pizzini

Sinopse: Filme-ensaio que trata de grandes referências do cinema de Rogério Sganzerla, como Orson Welles, Noel Rosa, Jimi Hendrix e Oswald de Andrade. Aborda ainda o método de criação, a musicalidade, a montagem inovadora, a parceira com a atriz e companheira Helena Ignez, o encontro com Júlio Bressane na produtora Belair e a atitude própria do autor. Narrado em primeira pessoa, a partir de imagens raras e situações encenadas.

Estreou no dia 25 de maio de 2012 em 3 salas exibidoras.



Estreou no dia 25 de maio de 2012 no Cine Olido.

Essential Killing
(Hungria/ Irlanda/ Noruega/ Polônia, 2010)

Direção: Jerzy Skolimowski

Elenco: Vincent Gallo , Emmanuelle Seigner , David L. Price , Torgrim Odegard , Niklas Nygaard

Sinopse: Afeganistão. Alguns soldados norte americanos sedentos para capturar um inimigo aprisionam um guerreiro local. Encapuzado e algemado, ele é preso, tem a cabeça raspada e é vestido com um uniforme laranja. Interrogado e torturado, é espancado antes de ser colocado num avião cujo destino é desconhecido. Sobrevoando uma imensa paisagem branca de neve, o comboio cai numa colina. Mohammed (Vincent Gallo) se vê livre, mas perdido num ambiente hostil. Sem água ou comida, ele enfrenta uma árdua jornada para sobreviver e permanecer livre.

A Delicadeza do Amor
(La Délicatesse, França, 2011)
Direção: David Foenkinos e Stéphane Foenkinos
Elenco: Audrey Tautou, François Damiens, Bruno Todeschini, Mélanie Bernier, Joséphine de Meaux, Pio Marmaï, Monique Chaumette, Marc Citti.

Sinopse: Nathalie tem uma vida maravilhosa. Ela é jovem, bonita e tem o casamento perfeito. Mas quando seu marido morre num acidente, seu mundo vira de ponta cabeça. Nos anos seguintes, ela foca em seu trabalho, deixando seus sentimentos de lado. Então, de repente, sem mesmo entender o porquê, ela beija o homem mais inesperado ? seu colega de trabalho, Markus. Esse casal incomum embarca numa jornada emocional; uma jornada que suscita todos os tipos de questões e hostilidade no trabalho. Podemos de fato escolher a maneira de redescobrir o prazer de viver? Maravilhados com o amor récem-descoberto, Nathalie e Markus acabam fugindo para dar uma chance ao relacionamento dos dois. Esta é uma história de renascimento, mas é também um conto sobre a singularidade do amor.

Estreou no dia 25 de Maio de 2012 em 4 salas da Grande SP.

Hasta la vista!
(Come as you are, Bélgica, 2011)
Direção: Geoffrey Enthoven
Elenco: Tom Audenaert, Isabelle de Hertogh, Gilles De Schrijver.

Sinopse: Jozef (Tom Audenaert) é quase completamente cego, Philip (Robrecht Vanden Thoren) é paraplégico e Lars (Gilles De Schryver) sofre de uma doença terminal degenerativa. Três amigos de 20 e poucos anos, deficientes físicos, descobrem bordel na Espanha que é especializado em receber pessoas com problemas motoros. Como não querem morrer virgens os jovens decidem ir até o local.

Estreou no dia 25 de maio de 2012 em 3 salas de exibição

Notas da Critica:

Neusa Barbosa, do site Cineweb: 3/5
http://cineweb.com.br/filmes/filme.php?id_filme=3723

Adorável Pivellina
(La Pivellina, Itália/Áustria, 2009)
Direção: Tizza Covi
Elenco: Patrizia Gerardi, Tairo Caroli, Walter Saabel, Ásia Crippa.

Sinopse: Patty, artista de circo, encontra criança de dois anos com um bilhete da mãe dizendo que voltaria quando tivesse condição de criar a menina.
Patty e seu marido Walter vivem num parque de caravanas de trailers nos arredores de Roma, onde um grupo de pessoas à margem da sociedade sobrevive ao Inverno com dificuldade. Com a chegada da pequena Asia, o ambiente decadente subitamente ilumina-se.

Estreou no dia 25 de maio de 2012 no Cinesesc

Notas da Critica:

Zeca Seabra, do site Almanaque Virtual: 3/5
http://almanaquevirtual.uol.com.br/ler.php?id=28129&tipo=2&cot=1


Flores do Oriente
(The Flowers of War, China, 2011)
Direção: Zhang Yimou
Elenco: Christian Bale, Paul Schneider, Shigeo Kobayashi, Atsurô Watabe, Xinyi Zhang
Bai Xue, Takashi Yamanaka, Kefan Cao.

Sinopse: No outono de 1937, após ter conquistado Xangai, tropas militares do Japão voltaram suas atenções para a capital chinesa, Nanjing. Estabelecendo um capítulo negro na história da humanidade, mais de 200 mil pessoas morreram em uma impiedosa batalha pelo controle da cidade. Sob terríveis condições, pessoas comuns lutaram pela sobrevivência.
Em 13 de dezembro de 1937 Nanjing se rendeu aos japoneses.
Um grupo de estudantes chinesas de um colégio católico fundado por missionários americanos não consegue fugir e é mantido dentro os muros do colégio sob a proteção de um falso padre, que na verdade é um preparador de defuntos. Um outro grupo, de prostitutas, também procura abrigo no local.

Estreou no dia 25 de maio de 2012 em 13 salas exibidoras.

Notas da Critica:

Rodrigo Torres de Souza, do site Cineplayers: 8,5/10
"Um filme de guerra da qualidade de O Resgate do Soldado Ryan, com a carga dramática de Desejo e Perigo, visual belo e simbólico à altura do talento de Yimou Zhang, conduzido por belas atuações, mais uma de Christian Bale. "Só" isso."

Heitor Romero, do site Cineplayers: 7/10
http://cineplayers.com/critica.php?id=2415

Marcelo Hessel, do site Omelete: 3/5
http://omelete.uol.com.br/christian-bale/cinema/flores-do-oriente-critica/

Pablo Villaça, do site Cinema em Cena: 3/5
http://www.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/filme/ver.php?cdfilme=11269

Alysson Oliveira, do site Cineweb: 2,5/5
http://cineweb.com.br/filmes/filme.php?id_filme=3720



CORUJÃO
3h05 Globo - Cartada de Risco
(All In, EUA, 2006)
Direção: Nick Vallelonga
Elenco: Dominique Swain, Michael Madsen,Louis Gossett Jr.
Sinopse: Ace e seu pai partilham um amor e uma amizade fora do comum, mas que é interrompida prematuramente... Porém, não antes de ele ensinar à filha todos os seus truques para ganhar no poker. Anos mais tarde, Ace e seus amigos do curso de medicina formam uma equipe que transforma-se numa verdadeira máquina de jogar poker. Enquanto as participações, tanto nos cassinos quanto nas salas de cirurgia, começam a ficar arriscadas, Ace finalmente compreende aquilo que seu pai lhe ensinara: O que importa não são as cartas que você tem, mas como você as joga.

CINE ESPETACULAR
23h SBT - A Hora do Rush
(Rush Hour, EUA, 1998)
Direção: Brett Ratner
Elenco
: Jackie Chan (Inspetor Lee), Chris Tucker (Detetive James Carter), Ken Leung (Sang), Tom Wilkinson (Thomas Griffin / Juntao), Tzi Ma (Cônsul Han), Julia Hsu (Soo Yung), Chris Penn (Clive Cod), Rex Linn (Agente do FBI Dan Whitney), Philip Baker Hall (Capitão William Diel).
Sinopse: Em Hong Kong, na última noite noite do controle britânico sobre o local, o inspetor Lee (Jackie Chan), um grande amigo do cônsul Han (Tzi Ma), consegue impedir que peças preciosas da história da China sejam contrabandeadas para fora do país. Dois anos depois, o chefe do crime Juntao (Tom Wilkinson) resolve se vingar e sequestra a filha de Han, que agora vive em Los Angeles como diplomata chinês. Como não confia no FBI, Han chama Lee para ajudá-lo a resgatar sua filha. Mas os oficiais do FBI não desejam nenhuma ajuda externa no caso e, para evitar que Lee atrapalhe nas investigações, designam um detetive rebelde e tagarela, James Carter (Chris Tucker), para acompanhá-lo. A intenção do FBI é que Carter mantenha Lee o mais longe possível do caso, mas ele não sabe disso. Até que, quando Carter descobre a verdadeira intenção de sua designação para o caso, resolve ajudar Lee a enfim encontrar a jovem sequestrada.
Bastidores: - Ganhou um prêmio no MTV Movie Awards, na categoria de Melhor Dupla (Chris Tucker e Jackie Chan). Foi ainda indicado em outras 3 categorias: Melhor Comediante (Chris Tucker), Melhor Cena de Luta e Melhor Canção Original ("Can I Get a...").
- Recebeu uma indicação ao Grammy, na categoria de Melhor Composição Instrumental Composta Para um Filme.

CINE RECORD ESPECIAL
(A Confirmar) Record - A Supremacia Bourne
(The Bourne Supremacy , EUA, 2004)
Direção: Paul Greengrass
Elenco: Matt Damon (Jason Bourne), Franka Potente (Marie), Brian Cox (Ward Abbott), Julia Stiles(Nicky), Karl Urban (Kirill), Gabriel Mann (Danny Zorn), Joan Allen (Pamela Landy), Marton Csokas (Jarda), Tom Gallop (Tom Cronin), John Bedford Lloyd (Teddy), Ethan Sandler (Kurt), Michelle Monaghan (Kim), Karel Roden (Gretkov), Tomas Arana (Martin Marshall), Oksana Akinshina (Irena Neski), Jevgenij Sitochin (Sr. Neski), Marina Weis-Burgaslieva (Sra. Neski), Chris Cooper (Conklin).
Sinopse: Depois dos eventos da produção original, Bourne (Matt Damon) e sua namorada Marie (Franka Potente) vivem tranqüilos e escondidos numa pequena cidade costeira na Índia. O único distúrbio da paz dos dois são os freqüentes pesadelos que o espião sem memória costuma ter. Tais sonhos revelam flashes do passado de Bourne e ele nem desconfia que esses fragmentos serão cruciais para a sua vida atual, já que mafiosos utilizaram sua verdadeira identidade para desviar a atenção da CIA sobre os reais responsáveis de uma conspiração. Assim, uma nova caçada por Jason Bourne começa. No entanto, o que Pamela Landy (Joan Allen), a líder da força-tarefa encarregada do caso na CIA, desconhece é que o altamente treinado ex-espião não é uma presa fácil e em poucos movimentos sai da posição de caça para virar caçador.
A perseguição passa da Índia para Nápoles, Munique, Berlim, Moscou e, finalmente, termina em Nova York.
Notas da Critica:
Inácio Araujo, Folha Ilustrada: 4/4 ("O macete devia comandar o espetáculo, mas Greengrass escapa da armadilha da aventura paranóica que pode ir a qualquer lugar e confere-lhe rigor.")


MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA NA CULTURA
0h30 TV Cultura - Tony Manero
(Chile, Brasil, 2008)
Direção: Pablo Larraín
Elenco: Alfredo Castro, Amparo Noguera, Héctor Morales, Paola Lattus, Elsa Poblete
Sinopse: Em meio ao contexto social da ditadura de Pinochet, Raúl Peralta, um homem na faixa dos 50 anos de idade, é obcecado pela idéia de personificar “Tony Manero”, o personagem de John Travolta no filme Os Embalos de Sábado à Noite. Raúl lidera um pequeno grupo de dançarinos, que regularmente se apresenta num bar da periferia. Todo sábado à noite, ele libera sua paixão pelas músicas do filme imitando seu ídolo. Seu sonho de ser reconhecido como um bem-sucedido astro do showbiz está prestes a se tornar realidade quando a emissora nacional de TV anuncia um concurso de imitadores de “Tony Manero”. Sua ansiedade em reproduzir o ídolo o leva a cometer uma série de crimes e furtos. Ao mesmo tempo, seus parceiros de dança, que estão envolvidos em atividades contra o regime, são perseguidos pela polícia secreta do governo. Tony Manero é uma história de perda de identidade e de obsessão na história recente do Chile.
Notas da Crítica:
Christian Petermann, SET: 8/10

2 comentários:

Marcelo disse...

Já te dei os parabéns antes, mas não resisto a dá-los novamente. Entro todos os dias no seu blog e graças a Deus não preciso mais assistir TV para saber a programação dos filmes, entro aqui e vejo o que preciso.
Continua postando!

Anônimo disse...

Obrigado por Blog intiresny