segunda 15 de maio de 2017 na TV aberta

SESSÃO DA TARDE
15h10 Globo - Sem Reservas
(No Reservations, EUA, 2007)
Direção: Scott Hicks
Elenco: Catherine Zeta-Jones, Aaron Eckhart, Abigail Breslin, Patricia Clarkson, Jenny Wade, Lily Rabe.
Sinopse: A Chef de cozinha internacional Kate Armstrong é uma celebridade no Restaurante "22 Bleecker", em Nova York.
Não raramente ela é chamada para deixar a cozinha para receber os cumprimentos de clientes encantados com o molho de trufas que acompanha a sua codorna na manteiga ou com o sabor de seu pato com açafrão.
O prestígio de Kate não é casual. Para conseguir os melhores ingredientes para suas receitas, ela acorda em torno de 4h30 da manhã, vai até a feira livre e logo cedo garante a entrega para o Restaurante dos peixes mais frescos e dos maiores crustáceos, além de cuidar pessoalmente de todas as contratações de auxiliares e fornecedores e das compras das especiarias.
Por ser tão empenhada e segura de si, Kate fica "uma fera" quando algum cliente faz alguma observação sobre o ponto do bife ou do foie grass.
Por causa do temperamento difícil da Chef, a dona do restaurante, Paula, exige que Kate seja acompanhada por um terapeuta, para tentar minimizar os constrangimentos sempre que surge uma reclamação.
Certo dia, o cotidiano de Kate é interrompido por um telefonema vindo de um hospital. A irmã dela, Christine, sofreu um acidente de automóvel e morreu, deixando órfã sua filha, a pequena Zoe.
Kate se vê numa situação nova ao ter que conciliar sua rotina, até então dedicada exclusivamente ao trabalho, para cuidar de sua sobrinha.
Zoe chega à casa de Kate cheia de dúvidas e assustada, como é natural numa menina que acabou de perder sua mãe e foi morar com uma tia que mal conhecia.
Para "quebrar o gelo" do relacionamento, Kate decide levar Zoe para conhecer a cozinha do restaurante onde trabalha. Assim Zoe conheceu o divertido Nicholas Palmer, o novo sub-chefe e que é especialista em cozinha italiana e gosta de trabalhar ouvindo e cantando ópera.
Zoe vai agir para aproximar Nicholas e Kate.
Notas da Crítica:

Cássio Starling Carlos, Folha Ilustrada: 3/4
Demetrius Caesar, Cineplayers: 7,5/10
Emilio Franco Jr., Cineplayers: 7,5/10
Arianne Brogini, Sexy: 7/10
Diego Benevides, Cinema com Rapadura: 7/10
Franthiesco Ballerini, Jornal da Tarde: 7/10
Mariane Morisawa, Isto É Gente: 7/10
Renato Marafon, Cinepop: 3,5/5
Rodrigo Salem, SET: 7/10
J Beto, Cine do Beto: 3/5
Luis Antonio Giron, Época: 6/10
Odair Braz Jr., Herói: 6/10
Rodrigo Zavala, Cineweb: 3/5
Lívia Vilela, Omelete: 3/5
Tony Tramell, Almanaque Virtual: 3/5

Christian Petermann, Guia da Folha: 5,5/10
Andreisa Caminha, Cinema com Rapadura: 5/10
Carlos Eduardo Corrales, Delfos: 1/5
Filipe Furtado, Paisà: 1/5

ÍNDICE NC: 6,39/19
TELA QUENTE
22h42 Globo - Batalha dos Impérios

CORUJÃO
2h33 Globo
Jobs
(jOBS, EUA, 2013)
Direção: Joshua Michael Stern
Elenco: Ashton Kutcher (Steve Jobs), Josh Gad (Steve Wozniak ), Dermot Mulroney (Mike Markkula), J.K. Simmons (Arthur Rock), Matthew Modine (John Sculley), Lesley Ann Warren (Clara Jobs)
Sinopse: Cinebiografia “inspirada em fatos reais” sobre Steve Jobs, da época em que foi estudante e largou a universidade até se tornar um dos mais reverenciados empreendedores do século 20.
Steven Paul Jobs (1955 — 2011) foi um inventor, empresário e magnata americano no setor da informática. Notabilizou-se como cofundador, presidente e diretor executivo da Apple Inc. e por revolucionar seis indústrias: computadores pessoais, filmes de animação, música, telefones, tablets e publicação digital. Além de sua ligação com a Apple, foi diretor executivo da empresa de animação por computação gráfica Pixar e acionista individual máximo da The Walt Disney Company.
No final da década de 1970, Jobs, em conjunto com Steve Wozniak e Mike Markkula, entre outros, desenvolveu e comercializou uma das primeiras linhas de computadores pessoais de sucesso, a série Apple II. No começo da década de 1980, ele estava entre os primeiros a perceber o potencial comercial da interface gráfica do usuário guiada pelo mouse, o que levou à criação do Macintosh.
Após perder uma disputa de poder com a mesa diretora em 1985, Jobs demitiu-se da Apple e fundou a NeXT, uma companhia de desenvolvimento de plataformas direcionadas aos mercados de educação superior e administração. A compra da NeXT pela Apple em 1996 levou Jobs de volta à companhia que ele ajudara a fundar, e ele serviu como seu CEO de 1997 a 2011, ano em que anunciou sua renúncia ao cargo, recomendando Tim Cook como sucessor.
Morreu em 5 de outubro de 2011, aos 56 anos, devido a um câncer pancreático.
Estreou no dia 6 de setembro de 2013 em 50 salas exibidoras.

Nenhum comentário: