Meu Nome Não é Johnny

(Brasil, 2008)
Direção: Mauro Lima
Elenco
: Selton Mello, Júlia Lemmertz, Cássia Kiss, André di Biasi, Cleo Pires e Eva Todor
Sinopse: "O verdadeiro lugar de nascimento é aquele em que lançamos pela primeira vez um olhar inteligente sobre nós mesmos." (Marguerite Yourcenar, escritora belga)
A história é baseada em fatos reais. Na escola a diretora advertia que João Guilherme tirava boas notas, mas era sempre ele quem liderava os demais colegas nas "fuzarcas monumentais" que aprontavam.
João Guilherme Estrella era um típico jovem da classe média carioca, vivendo cada minuto com intensidade. Inteligente e com personalidade marcante, era o único filho de seus carinhosos pais mas tinha muitos amigos para curtir as festas, jogar fliperama, praticar surf e fumar um baseado de maconha na praia.
O pai o levava para assistir aos jogos do Vasco no Maracanã e o ensinou que precisava "aprender a pescar", ou seja, ganhar a própria grana.
Um dia João estava com os amigos numa festinha quando surgiu um impasse: quem iria comprar o "bagulho" pra moçada? Os amigos estavam naturalmente receosos de se envolverem com Tainha, o traficante local, e João não teve dúvida: era ele quem iria fazer o negócio.
Logo o destemido João "Johnny" Guilherme Estrella se tornaria parceiro de Tainha e passaria a ser uma referência para os consumidores de droga de Niterói e em toda Zona Sul carioca. Quando Tainha foi pego pela polícia, Johnny aumentou ainda mais sua clientela e começou a buscar outros fornecedores, envolvendo-se com a aparentemente inofensiva Dona Maria "Ambrôsia" e depois com traficantes internacionais.